O país amargo

Image   

               Havia um país, onde os alimentos tinham apenas o gosto amargo. Todos eram muito tristes e viviam reclamando, porém Ricardo assumia uma postura diferente:Sempre acreditou existir o doce!

                   No entanto, ele era motivo de piada. Um senhor respeitado viu-se obrigado a ter uma conversa séria com Ricardo:

                   – Admiro seu espírito sonhador, mas te aconselho a se conformar. A vida é amarga e ninguém sabe o porquê disso. Em vez de buscar o impossível, tente encarar os fatos e resista .Pense bem, poderíamos nem ao menos ter o que comer.

                     Ricardo,então,respondeu:

                     – É claro que sou grato por poder me alimentar. Contudo, sinto que existe um gosto completamente diferente do amargo. Ele aparenta ser muito prazeroso e vou lutar até conseguir encontrá-lo.

                      Ricardo era menosprezado, pois em vez de ir atrás da prosperidade de comidas amargas, preferia procurar pelo utópico doce. Era taxado de pobre e muitos o excluíam.

                      Foram anos dedicando-se a essa causa, estava há tempos sem se nutrir bem, até que de repente, encontrou algo embalado. Ao desnudá-lo, notou ser comestível. Criou coragem e deu uma mordida…era um chocolate e então conseguiu,enfim,conhecer o doce!    

                     Ricardo estava extasiado. Contou a todos sua descoberta e sua alegria impressionava. Entretanto, ninguém acreditava nele. Pediram uma prova científica de que o doce existia e ele respondia:“Não consigo descrevê-lo, apenas experimentando-o podemos compreendê-lo.”

                    As religiões,a mídia,os políticos passaram a persegui-lo. Acusavam-no de charlatanismo e por dar esperanças falsas às pessoas.Foi preso e no julgamento o veredicto final foi de que Ricardo seria condenado à morte, sendo que seria absolvido se parasse de defender a existência do doce.

                   Ricardo optou por não trair a verdade, e assim, foi condenado. Dentro da cela, viu um foguete pousando. Conseguiu conversar com os homens que saíram de lá nos quais afirmaram serem de um lugar chamado Terra.Foi tirado da prisão e aceitou ir para o planeta deles. 

                   Logo ao chegar, foi convidado a comer em um restaurante. Ficou deslumbrado ao conhecer o salgado,o azedo,o crocante…mas o melhor mesmo,foi o momento chamado pelos terráqueos de “sobremesa”. Pode sentir novamente a iluminação do dia em que provou o doce pela primeira vez. Não conseguia conter a alegria que lhe aflorava…não esperava que a Verdade fosse tão boa.

Anúncios
Esse post foi publicado em O país. Bookmark o link permanente.

4 respostas para O país amargo

  1. Lucas disse:

    E esses “no qual” nada a ver no meio do texto? Vamo parar com isso, né? ;P Fora isso: muito bom kk

  2. Eduardo V. S. disse:

    O significado por trás deste texto é evidentemente a noção de que só se chega ao deus verdadeiro conhecendo-o e experimentando-o, de modo que não existe prova “científica” da sua existência. Nessa história, o país amargo representaria o nosso mundo terreno, onde todos almejam meramente às coisas materiais e esquecem do valor verdadeiro da alma; o sabor doce seria Deus e sua glória, o homem que busca esse sabor é o homem que busca a Deus e por fim, o planeta Terra seria a morte.

    • rodolfogatti disse:

      Adorei sua interpretação! Não vou dizer se é a certa ou a errada, pois quero que os outros sejam livres para pensarem em outras possibilidades.

      Admiro sua sensibilidade e respeito a todos aqueles que buscam “o doce”.

      Obrigado pelo comentário e por ter lido esse conto que escrevi com muita paixão.

      Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s